segunda-feira, 29 de abril de 2013

A insistência do Presidente

"A insistência do Presidente num mirífico "consenso" com o PS é, no fundo, a ideia de juntar num único cesto, a troco de uma pacificação efémera, a pura substância da inconsciência, da irresponsabilidade e do carreirismo do pessoal político que desgraçadamente nos pastoreia."
V.P. Valente-in Público.
Mais uma vez VPV tem razão ao referir-se ao carreirismo dos políticos que "desgraçadamente nos pastoreia". E ele aqui, refere-se aos actuais governantes e áqueles que querem voltar a governar, pedindo ao povo a maioria absoluta (como nos dá conta a imprensa de hoje) na esperança de o povo continuar a ter memória curta e ir votar novamente na demagogia dos seus algozes. De resto não dá para entender que sendo os pastores os mesmos, o "rebanho" continue na cerca cada vez mais apertada em que o envolveram.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Abril de novo






Este foi o inesquecível dia que o povo festejou com alegria e cravos esperançosos. Depois feneceram em punhos fechados e caminhos tortuosos!...
Mas, porque a esperança não morreu e a luta vai continuar, um novo Abril há-de voltar...

quarta-feira, 24 de abril de 2013

A Justiça mesmo tardia é Justiça.



"O presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, foi detido para começar a cumprir pena de dois anos de prisão efectiva."-Sic Notícias.

Quase que não dá para acreditar, porque o "campeão" dos recursos, fez tudo para fugir ao "xadrez". " Já em em Setembro de 2011, tinha sido conduzido à cadeia por ordem da juíza de Oeiras para cumprir pena, mas 23 horas depois acabou por ser libertado por haver ainda recursos pendentes." Ao que parece,  a sua suposta ligação à maçonaria, não lhe valeu de nada. Não se trata aqui de vanglória, mas tão só do reconhecimento de que as leis da República têm de ser aplicadas a todos os cidadãos independentemente do seu estatuto social que deveria ser, outro sim, motivo de vergonha por aquilo que fazem e não para esconderem o esbulho e a corrupção.
Na véspera do 25 de Abril, Justiça mesmo tardia e coxa, é sempre Justiça. E é melhor do que pôr certos "artistas" no Campo Pequeno..."

Relembrar Abril



Abril de 1974 foi um sonho que continua por realizar. Teve virtudes e defeitos.Trouxe-nos a paz, a liberdade, a alegria de viver e a conquista de  muitos direitos. Perdemos, porém, o sentido do dever e da responsabilidade e ignorámos os perigos que espreitavam a democracia. Mas o maior paradoxo de Abril foi ter permitido o acesso ao poder daqueles que o querem destruir. Se não o destruiram mesmo de vez.

Vídeo sacado daqui.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Corrupção e incompetência



Em 15 de Outubro de 2012 no programa Prós e Contras, um empresário deu uma pedrada no charco da corrupção em Portugal, perante o ar surprendido de Fátima Ferreira que, ao que parece, não contava com tanta frontalidade.
Com os momentos mais importantes das declarações do referido empresário, e com aquilo que já sabemos e que continua a acontecer, podemos concluir, infelizmente, o seguinte: a quase maioria dos nossos políticos é corrupta ou incompetente e o povo que vota nos tais não é vítima, mas sim culpado ou conivente.

domingo, 14 de abril de 2013

Aquarela Figueirense


Hoje, depois de um belo dia de sol que atraiu muitos visitantes à Marginal Oceânica, as praias de Buarcos e Figueira foram envolvidas, pelas 17H30, por um suave manto de nevoeiro.

(Clicar na foto)

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Ministros querem sair do Governo

"O jornal Público noticia hoje que já há ministros que terão pedido a Passos Coelho para abandonarem o Governo, e avança com os nomes de Paula Teixeira da Cruz e Paulo Macedo, que terão alegado cansaço para saírem do Executivo. Mas também Miguel Relvas pode deixar funções." 
Não se sabe até quando o Governo irá aguentar. Se Paula Teixeira da Cruz, ministra da Justiça que teria sido desautorizada pelo 1º ministro e Paulo Macedo, ministro da saúde, que tem uma visão diferente das de Vitor Gaspar nas questões administrativas sairem, este Governo irá sofrer perdas graves e difíceis de substituir, dada a importância dos ministérios sobraçados por aqueles titulares cujos conhecimentos técnicos e peso político são inegáveis.
Já o mesmo não se pode dizer de Miguel Relvas cuja saída, a concretizar-se, será um alívio para o executivo.

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Autárquicas Figueira da Foz



Segundo notícia do blogue conterrâneo Presente e baseado em sondagens recentes, Miguel Almeida, delfim de Santana Lopes, candidato à presidência da Câmara Municipal da Figueira da Foz nas autárquicas 2013 pelo PSD, vai ganhar por maioria absoluta a autarquia Figueirense.
Ainda segundo aquele blogue, "o actual presidente João Ataíde irá resignar da sua recandidatura, atendendo ao peso indiscutível do social-democrata."