quarta-feira, 24 de abril de 2013

A Justiça mesmo tardia é Justiça.



"O presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, foi detido para começar a cumprir pena de dois anos de prisão efectiva."-Sic Notícias.

Quase que não dá para acreditar, porque o "campeão" dos recursos, fez tudo para fugir ao "xadrez". " Já em em Setembro de 2011, tinha sido conduzido à cadeia por ordem da juíza de Oeiras para cumprir pena, mas 23 horas depois acabou por ser libertado por haver ainda recursos pendentes." Ao que parece,  a sua suposta ligação à maçonaria, não lhe valeu de nada. Não se trata aqui de vanglória, mas tão só do reconhecimento de que as leis da República têm de ser aplicadas a todos os cidadãos independentemente do seu estatuto social que deveria ser, outro sim, motivo de vergonha por aquilo que fazem e não para esconderem o esbulho e a corrupção.
Na véspera do 25 de Abril, Justiça mesmo tardia e coxa, é sempre Justiça. E é melhor do que pôr certos "artistas" no Campo Pequeno..."

1 comentário:

  1. O Expresso on-line acaba de publicar que advogados pedem a libertação imediata de Isaltino. Se assim acontecer, temos de admitir que o sistem é perverso, porque só defende os grandes e o título desta postagem,não faz sentido, apesar da minha vontade de acreditar na justiça.

    ResponderEliminar

Os comentários serão publicados após análise do autor do blogue.